quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Flores de Romã

Quando morei na Saúde, durante meus passeios matinais com Branca e Suse, sempre levava ração para umas gatinhas que moravam num terreno baldio. O "dono" das gatinhas tinha um gosto especial por jardinagem e eu sempre pegava uma muda ou um pouco de hortelã. Um dia ele me ofereceu um bonsai de Romã. Disse que se ficasse ali as pessoas iriam levar, ele preferia que ficasse comigo.


Presente recebido e bem cuidado, aqui está minha Romã florescendo. Ela tem tantas bolinhas cor de laranja que mais parece uma árvore de Natal.


Esta foto foi de hoje quando eu descobri que o que eu imaginava ser um fruto na verdade é uma flor. Percebam um casulo próximo à flor da Romã, em breve sairá uma linda borboleta.

Ou seja amigos, mesmo que aos nossos olhos tudo pareça igual, a natureza está sempre se transformando. Nós somos natureza e estamos em constante mudança. Uma dor nunca é igual à outra, uma alegria nunca é igual a outra, cada pessoa é única. Deus nos deu a vida e a natureza como presente. É nela que encontramos os sinais, aqueles que nos guiarão pelos melhores caminhos.

3 comentários:

Sofia disse...

Que giro este Bonsai!Adoro Bonsais,e tive um em que o tronco era em forma de S (de Sofia), não dava flor, nem fruto...só que infelizmente foi "comido" pela cadela...fiquei mesmo triste.***

Alexsandra Moreira disse...

Eu fiquei morrendo de vontade de ter um Geo, ele é lindo, tem os galhos vermelhinhos, quando nascer um filhote quero o meu.rsrsrsrsrs

bjs

Geovana disse...

Sofia, não sei como você é, mas eu nunca consigo brigar com minhas fofuchas quando elas fazem algo desse tipo... comer uma planta, rasgar uma almofada... Elas fazem uma carinha de "não é comigo..."

Alê... será que se a gente plantar uma sementinha ou um galho nasce? Vamos ver... Quem sabe vc tb ganha um casulo de brinde?

Beijos!