quarta-feira, 17 de outubro de 2007

A maconha foi legalizada?


Ontem, ao passear com minhas fofuchas, percebi três grupos fumando maconha, tão tranquilamente, que até parecia um cigarro normal, desses cheios de nicotina.
Chegando em casa, comecei a imaginar como seria se legalizássemos as drogas, todas elas.

Garoto de 16 anos, chegando na farmácia:
- Moço, me vê uma dose de cocaína.
- Sinto muito, a cocaina acabou. Só tenho maconha, LSD e heroína
- Maconha é coisa pra criança, me vê uma dose de heroína.
- Aqui está, é R$20,00.
- Tá me roubando? Lá na boca custa R$10,00
- São os impostos. A daqui é pura, testada e aprovada. Lá na boca é ilegal.
- precisando, me vê essa mesmo.
- Aqui.
- Já vem com seringa?
- É porque o índice de AIDS aumentou muito, então o governo subsidiou as seringas.
- Acho que é uma boa ideia. O que é isso mesmo?
- Deixa pra lá... vai pagar com crédito ou débito?
- Crédito, assim meu pai paga na fatura.
- Obrigado e volte sempre.
- Só quando não puder ir na boca, não posso explorar o velho. Valeu.

Não sou contra legalizar drogas, mas não será essa medida que resolverá o problema de nosso país. A solução é educação, preocupação com os filhos e busca por bons princípios. É isso que estamos perdendo. As drogas, o álcool, o aborto e outros problemas são apenas os sintomas. Precisamos combater a causa.

3 comentários:

Rosinha disse...

É bem por ai mesmo, valores morais e educação estão em falta no nosso país hoje. E os sintomas são justamente esses que vc citou.

Sonhos de Crochê disse...

Será que está faltando nas escolas aquela matéria chatíssima, que eu odiava, Educação Moral e Cívica e OSPB? Hoje percebo que estas matérias apesar de chatas foram importantes para minha formação. Com elas aprendí, por esforço de minha professora Márcia, os meus deveres e meus direitos. Hoje vejo que uma grande parte da população só sabe que tem direitos. E os deveres? e as obrigações? Quanto egoísmo, se não é meu nem teu... ... já escutei muito isso como justificativa para o quebra-quebra de ônibus, orelhões, lixeiras... Tá faltando ORDEM, educação de base, responsabilidade dos pais, dos mestres, de todos enfim.

Geo disse...

Rosinha e Rita, obrigada pelos comentários!

Uma disciplina na escola ajudaria, mas ainda acho que os pais são os responsáveis pela formação do filho. A escola complementa, ensinando a viver em sociedade e respeitar o próximo e dando o conhecimento multidiscplinar para formação acadêmica. É por deixar tudo nas mãos do governo e professores que os pais estão pecando.

Beijos.