quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Felicidade

Hoje eu tive uma ótima notícia que estava esperando faz muito tempo e também recebi um belo comentário no post anterior. Isso me fez chegar a algumas conclusões:

- Se um casal se ama de verdade não é o tempo nem a distância que vão separá-los. A distância só confirma o que o coração sente, se é amor a distância traz saudade, se é amizade a distância traz alívio e dúvida. Se o destino separa um casal que se ama é pra provar a eles esse amor, então é preciso ter certeza dos sentimentos e lutar pra poder estar juntos novamente.

- Para ter um amigo não é preciso, necessariamente, conhecê-lo e ter um blog é uma ótima forma de fazer bons amigos. Meu blog tem algumas visitas constantes que não conheço pessoalmente. Uma delas e Rita, do blog Sonhos de Choché; ela sempre me visita, me coloca pra cima, diz coisas verdadeiras. Jamais nos vimos, mas temos coisas boas a dizer ao mundo e isso nos une em nossos blogs. Também vejo este carinho nos blogs de Thais, Aninha e Simone, que sempre respondem com muito apreço os seus visitante. Por todas essas pessoas e também pelos meus amigos não virtuais que me visitam (principalmente Alexandre e Rosinha), venho aqui quase todos os dias e deixo algo para que saibam o quanto lembro deles.

- A vida é feita de amizades que conquistamos, de conhecimentos que adquirimos e repassamos e do amor que recebemos e multiplicamos. Ter conforto e segurança é fundamental, mas sem os alicerces espirituais jamais seremos felizes.

Abraço a todos os visitantes e amigos. Identifiquem-se para sermos mais amigos.

3 comentários:

Sonhos de Crochê disse...

Minha mãe diz que felicidade são momentos felizes, hoje eu estou num desses momentos. Saiba que a recíproca é verdadeira, me sinto bem próxima de ti como se fossemos vizinhas. Gosto muito de sua narrativa e de seu engajamento, é jovem, bonita e principalmente inteligente e atuante. Menina estais com TUDO!
Que Deus te ilumine sempre
Beijos
Rita

Sonhos de Crochê disse...

Ah! Já ia me esquecendo, o padrinho de Maria Eduarda deu a ela um cachorrinho de mais ou menos dois meses, o nome que escolhemos é Aquiles. Chegou muito assustado, mas melhorou e já foi ao veterinário,está tomando remédios e dando o maior trabalhão a Dudinha (xixi e cocÔ).Parecem duas almas gêmeas, pra onde ela vai ele também vai.
Beijo

Geo disse...

Desse jeito vai ter que buscar meu ego lá no espaço.

Gostei na novidade.Mais um bichinho adotado e bem cuidado.