quinta-feira, 23 de agosto de 2007

A beleza está na simplicidade e na criatividade

Como boa dona de casa que sou, quero hoje falar de beleza e decoração. Pra ativar minha visão, tem dois blogs que olho quase todos os dias: Cheiro de Mato e Lá em Casa. Visito esses blogs porque gosto de decoração, porque gosto da maneira como Simone e Thaís escrevem (e respondem!) e, principalmente, porque elas têm dicas muito boas sobre como transformar simplicidade em beleza. Foi-se o tempo da ditadura e essa liberdade se reflete no nosso jeito de vestir e arrumar nossa casa. Cada vez mais o artesanato é apreciado e exibido em casa, principalmente se ele tem uma história pra contar. Minhas cerâmicas de Maragogipinho-Ba e minhas toalhas de crochê, feita por minha mãe, antes tão cafonas, agora são meus troféus porque são parte da minha história de vida. Colocar fotos de família já não é mais brega; flores artificiais é permitido; cores, estampas, reaproveitamento, tudo é válido. Isso tudo me deixa muito feliz. Às vezes penso na colcha de retalhos que deixei minha mãe jogar fora porque achava cafona; aquela colcha hoje seria um arraso no meu sofá ou na minha cama. Então a dica é esta tirada do blog da Simone: Fuce os armários da vovó e da mamãe, busque coisas legais, reforme, reutilize. Coloque a história e os momentos da sua vida na sua casa.

Eu aqui completo com mais umas dicas: Esqueçam aqueles objetos que não dizem nada. Um móvel moderdo pode e deve estar junto de um outro artesanal e nem precisa ter a mesma cor ou o mesmo estilo. Coloque vida na casa, pinte as paredes, coloque uma planta, use almofadas. A graça da casa não está no preço dos móveis, está na vida que você dá a ela.

4 comentários:

Simone Quintas disse...

Nossa Geovanna! Tive uma crise de identidade quando li o seu post, achei que fosse meu porque realmente pensamos da mesma maneira. NOssa casa tem que contar histórias. Cafonas são as pessoas que fazem aquela casa tipo vitrine, sabe? Sem identidade alguma. Por coincidência, na segunda-feira meu post vai falar sobre colcha de crochê. Estamos bem sintonizadas, não? Adorei seu blog e vou te visitar sempre. Obrigada por passar todos os dias "Lá em Casa" e pela homenagem no seu post. Um beijo grande, Simone

Geo disse...

Obrida Simone. Por ter vindo aqui, por ter gostado e pelo comentário. Estou quase explodindo de tanto orgulho!

Thaís Lauton disse...

Que bacana Geovana, acabei de chegar na redação e fiquei muito feliz com o comentário. Precisamos valorizar a simplicidade das coisas. Tenho certeza que você, aí neste lugar abençoado que é a Bahia (bom, sou filha de baiana, e amo tudo o que tem aí), sabe bem disso. Nada como um dia de sol, com flores e atividades caseiras para se lembrar sempre. Obrigada por acompanhar o blog. Agora você terá mais uma visitante por aqui. beijo, Thaís

Geo disse...

Obrigada Thaís. Soube agora que uma amiga minha também ficou fã do blog de vocês, difícil é não ficar. Abraço.