sábado, 20 de março de 2010

A Essência de um Blog

Ontem, depois de uns bate-papos com minha amiga Alê e hoje, após ler os últimos textos que escrevi, fiquei me perguntando se meu blog diz mais sobre mim do que as pessoas poderiam conhecer. Depois de longas horas com capim na boca, acocorada na beira de um rio, cheguei a uma conclusão nada definitiva.

Blogs pessoais são parte da essência de quem escreve, portando, se for para ter medo do que vai expor, é melhor não fazer. Não digo com isso que devemos colocar os detalhes de nossa vida em um lugar onde todos vão ver, principalmente porque a vida envolve mais de uma pessoa e a outra parte tem direito à privacidade, mas tenho certeza que um blog não é feito de retalhos mal cortados.

Quando alguém se dispõe a ter um blog e sente vontade de dizer algo que o deixou triste, feliz, furioso, encantado ou lhe fez mudar algum ponto de vista, tem mais é que fazer. Se não puder dizer tudo o que quer, seja poético, use o espaço deixado nas entrelinhas, mas faça porque normalmente os leitores de blogs não perdem tempo julgando, eles se deliciam com cada história e se encontram em muitas delas. O leitor se apaixona pela verdade contida nas palavras e amizades de pessoas que nunca se viram pessoalmente parece se firmar como rocha.

Por isso, às vezes parecerei muito triste, outras muito feliz ou muito furiosa. Não levem tão a sério. Uso poesia para escrever e todo poeta é exagerado em sua essência. Poetas amam loucamente a possibilidade de uma história para contar, uma paixão para viver. Eu sou poeta, sou blogueira e aqui, nesse espaço sempre deixo o melhor e o pior do que há em mim. Fico feliz em ter amigos leitores e é por vocês que escrevo a cada dia.

2 comentários:

Elaine disse...

Geovana,
Engraçado ler isso aqui pois andei meditando justamente sobre o tema rs
Concordo com você: não tenho medo de me expor. Se for para ter medo não teria blog pois mesmo os impessoais acabam mostrando o autor.
Lindo texto.
Beijos.
Ah, adivinha qual tia vai batizar um bebê que apareceu aqui em casa vestindo uma regatinha escrita Salvador? Ele tá tão fofo que a regatinha já tá tipo assim uma baby look...

Olhos Verdes disse...

Geo, tava pensando nisso também agora, sempre ficava pensando se deveria aproximar o blog dos meus momentos, sempre mudamos tanto e o que escrevemos segue este ritmo... Sempre que venho aqui tenho esta mesma sensação, da troca de história e experiências. Um grande abraço pra você!!!