segunda-feira, 24 de agosto de 2009

"Crentes"... Por que se acham os donos da verdade?

Lá no meu condomínio tem um grupo de "Crentes" que se reúnem à noite para orar. Deixo o "Crente" entre aspas porque crente somos todos nós que cremos em alguma coisa; evangélico, somos todos nós que seguimos o evangelho. "Crente" é um jargão usado para os originais protestantes de Lutero. Cada vez que ouço o culto fico com algumas perguntas sem resposta:

1. Por que precisam gritar tanto se Deus está presente entre nós e não num céu distante e infinito?

2. Por que se preocupam tanto em ir pro céu, se Deus nos deu a Terra para cuidarmos e vivermos?

3. Por que julgam as pessoas de outras religiões e, quando algum mal acontece a elas, dizem que é porque não são evangélicas? Evangélicos não tem problemas, não sofrem acidentes, não falem, não ficam desempregados ou se aborrecem? Se for assim, então voltamos ao questionamento 2, por que se preocupam tanto em ir pro ceu?

4. Por que cantam tão desafinados se existe tanta música evangélica boa que poderia ser usada para acompanhar o culto?

Essas são algumas perguntas que tenho vontade de fazer aos meus vizinhos "Crentes".
Entendam que existem Evangélicos e Crentes de verdade. Pessoas que encontram em Deus um amigo verdadeiro, que sabem valorizar tudo o que Ele nos deixou. Duvido que essas pessoas saiam falando de Deus de qualquer forma, gritando e julgando os outros. Para mim mais importante que religião é ter Deus no coração, agir de forma correta, amar o próximo, cuidar da natureza que Ele nos deu de presente. Tem gente que nem crê em Deus e oferece ao mundo mais do que aquele que passa o dia na igreja. Pois bem, se um dia eu surtar pego o microfone e faço essas perguntas aos meus vizinhos.

4 comentários:

Rosangela disse...

Aqui no prédio do lado tinha uma vizinha que gritava na janela aquelas músicas de louvor a Jesus(pensava ela que estava cantando...) . Era insuportável, mas ainda bem que ela se mudou.

Hum...eu poderia ter colocado mais esse item na minha listinha de coisas que me irritam, hehhehe

Rita de Cassia disse...

Geo querida, sinceramente tenho as mesmas e até mais dúvidas... não entendo como os "crentes" lêem tanto a Bíblia e não VIVEM a palavra de DEUS.
Na Bíblia não conta que Jesus saía de casa em casa pregando, Ele ia para uma lugar onde quem quizesse iria ouví-lo. Quando Ele disse Ide e pregai a palavra os "crentes" levaram ao pé da letra, pregam nos trens, no ônibus, batem nas casas quando você está na faxina...
E, são todos certos, mas já reparou que "esses" são os que mais julgam? E a Bíblia? Não tem lá escrito, NÃO JULGAIS?!
bj bj bj

n@n@ disse...

Crentes que se acham??? Ou não crentes que não se encontram???
Peraí, mas que pergunta é essa?

É simples, estou cansado de ouvir de pessoas de fora da igreja, ou de pessoas que estão afastadas da igreja, ou daquelas que estão se afastando, que a igreja está repleta de crentes que se acham melhores do que as pessoas de fora da igreja, e ficam julgando essas pessoas e se esquecem de olhar para o seu próprio erro...

Sabe o que é pior? Isso é verdade...


Mesmo porque, se não fosse assim não tinha o menor cabimento existir uma igreja. Se todos, ao se tornarem crentes, se tornassem "santos", não precisaríamos de igreja, seríamos todos arrebatados. Não devemos esquecer que estamos aqui em processo de santificação, ainda não somos perfeitos.

Quanto aos crentes se acharem superiores, não devemos generalizar...

Existem sim, os que se acham e Jesus condena este tipo de crente, na verdade este tipo de crente ainda não se converteu, e precisa de uma verdadeira entrega ao Senhor.

O grande problema é que quando a palavra de Deus é pregada e atinge a "ferida" de uma pessoa não crente, a primeira reação e buscar uma ferida no povo de Deus (e vão encontrar muitas), dizem "fulano diz que não posso transar antes do casamento, mas quem é ele para dizer isso? Ele não paga ninguém!".

Você já ouviu algo parecido? Eu também...

No entanto, não são os crentes que dizem que não se deve beber, que não se deve fumar, que não se deve praticar o sexo antes do casamento, é a BÍBLIA!!!!! E nós pregramos a Bíblia.

Agora, enquanto as pessoas de fora da igreja ficarem olhando os erros das pessoas que estão dentro da igreja, estão comentendo o mesmo erro que acusam os crentes de cometer, estão julgando...

E enquanto deixamos de ir a igreja, de sermos verdadeiros cristãos, porque não suportamos algumas pessoas da igreja, ou não concordamos com o que elas fazem, corremos o sério risco de passarmos a eternidade com elas... porém, não no céu...

E aí, vale a pena não ser cristão, só porque existem falsos cristãos?

Se fosse assim ninguém faria medicina, pois existem péssimos médicos, ninguém faria direito, pois também existem péssimos advogados, ninguém se candidataria a um cargo político...

Portanto, quando você decidir ser um cristão (espero que não seja muito tarde) faça tudo diferente daqueles que você acha que fazem errado, e deixe que Deus julgue tanto os de dentro da igreja quanto os de fora...

E aí, o que vocês pensam???

Celso Borges Freitas disse...

não quero falar de religião,quero falar só da bíblia,um livro que vem ultrapassando a linha do tempo a milhares de anos e continua sendo o livro mais vendido no mundo e com certeza não vai parar por ai.( EXISTE UM GRANDE SEGREDO NA BIBLIA) eu descobri este segredo e hoje tenho a certeza absoluta o que eu estou fazendo aqui, qual o destino deste mundo e para onde eu vou,descubra vc tambem é o maior tesouro que o ser humano pode ter.