sábado, 15 de novembro de 2008

Respeito ao próximo


14/11/2008...
Ontem (14) pela manhã, em um ônibus indo para o bairro de Ondina, o passageiro entregou R$50,00 para cobrar R$2,00 da passagem. O cobrador (sabe-se lá com qual grau de boa vontade e educação) informou que não tinha troco para o valor. O passageiro, irritado, registrou 12 passagens e saiu sem pagar. Quando cobrador gritou "pega ladrão", um policial que estava passando na hora deteve o "ladrão". A TV Itapuã(rede record), que também estava no local, filmou o incidente e entrevistou as partes. Analisemos os fatos:

O cobrador não tem nenhuma obrigação de dar troco para R$50,00. O valor máximo exigido é 7% do valor da passagem, neste caso R$14,00 para quem paga inteira. Esse direito não impede que o cobrador seja cortês e tente trocar o dinheiro com algum colega.

Por causa de um momento de insanidade, um cidadão, aparentemente de bem, passa um vexame em rede estadual, em horário nobre, sendo detido pela polícia. Sorte dele que foi a polícia porque poderiam ser pessoas tão irritadas quanto ele, fazendo justiça com as mãos.

Essa situação só confirma o quanto estamos vivendo sob tensão, estressados, sem preocupação com o próximo, sem paciência com as adversidades e cheios de razão sobre tudo. Ninguém está livre de se exaltar, por isso é preciso não julgar e não revidar uma agressão.Lembre-se que quem agride está infeliz e precisa de ajuda. Uma agressão revidada com compreensão é totalmente neutralizada e o efeito é recompensador.

Um comentário:

Ana Paulla Paiva disse...

É,o stress da vida moderna "nos" coloca em situações constrangedoras,estamos à viver em uma "bolha" onde o sempre cordial "Bom Dia" se ouve de uma forma ríspida.O pior é a vergonha em rede(rs),porém acho que ele aprendeu a lição.