terça-feira, 18 de março de 2008

Aracajú - Primeiro Dia

Sergipe é um pequeno (coloca pequeno nisso) estado do Nordeste com três principais cidades: Estância, Itabaiana e Aracajú, além de outras pequenas cidades que formam este bonito estado nordestino. Vamos ao passeio!

(clique nas imagens para ampliá-las)

Dia 15/03/08


5:30 Acorda cedo, passeia com as fofuchas, arruma tudo, toma banho e café.
7:30 Liga pra Rosinha e Alexandre. Já estão chegando à Faculdade Jorge Amado.
8:00 Revisão do carro feita, pegamos e casal 20 e seguimos para Aracajú (Ajú)
9:30 Já no litoral norte da Bahia, Rosinha grita: - Praia do Forte! Vamos ver as tartarugas?
Criança quando pede a gente obedece, desviamos o caminho e fomos ver as tartarugas. Eu e Rafa não resistimos ao mar da Praia do Forte, límpido e calmo. tchibum!.
12:00 A fome apertando, biscoito maisena pra dentro, aguardando a balsa que atravessa da Bahia para Sergipe (pode ir pela BR 101, mas optamos pelo passeio na balsa). Estou lá, tomando uma água de coco, quando aparece uma criatura se balançando em minha direção. Olhei pra um lado, para o outro, não tinha ninguém atrás...
- Geo, tratante, não está me reconhecendo?
- Nina, tá perdida por aqui?
- Vou fazer o concurso do TRF
- Legal, nós também.... (a conversa se estende, afinal foi muito tempo sem nos vermos).
Foi aí que me dei conta que a maioria das pessoas naquela balsa estavam atravessando para fazer o tal concurso do TRF . Pois é, a coisa está feia.

13:00 Após a travessia, seguimos para pegar a segunda balsa que atravessa da Praia dos Coqueiros para Atalaia (em Aracajú) . Erramos o caminho e entramos na praia da região de Itaporanga, Abaís . Paisagem bonita, mas bem deserta. Até tinha um guarda-vidas, mas de tão entediado, resolveu cochilar na praia. Tiramos fotos, apreciamos a natureza e seguimos para a balsa. Em pouco tempo já estávamos em Ajú.

14:00 Logo na entrada da cidade já é possível perceber limpeza, organização e crescimento. Ruas largas, casas bonitas e muito calor. Seguimos pela Beira-Mar até chegar ao Centro da Cidade, rua Laranjeiras. Ficamos no Hotel Amado, simples, mas bem limpo e com garagem.

17:00 Após um merecido banho,saímos para conhecer a cidade, os locais de prova e comer algo. Começamos pelo bairro do Santo Antônio, a parte mais alta de Aracajú e também a vista mais bonita da cidade. o bairro é antigo e conserva casas de encher os olhos, de tão belas. Lá fica a Igreja e a praça de Santo Antônio, onde foi montado o palco para a festa católica.

18:00 Seguindo pelas ruas da Beira-Mar, encontramos uma Aracajú ainda mais bonita, limpa e rica. Prédios com arquitetura moderna, praças, parques e uma orla enfeitada formavam o cenário para a festa evangélica da cidade. Estacionamos e fomos caminhar pela orla. Muitas estátuas das figuras representativas da população de Aracajú, fontes, patos e muita área de lazer para crianças e adultos. A fome apertou, jantamos. O sono chegou, resolvemos ir embora.

21:00 Mão na cabeça. O carro estava cercado por ônibus que foram em excursão ver o show. Já sem saber como sair, pensando em ir ao palco pedir para tirarem o ônibus, uma mulher tirou o carro na frente do nosso. Detalhe é que tinha um canteiro em frente ao nosso carro. Os homens que estavam no local ajudaram Alexandre a levantar o para-choque do carro e Rafael conseguiu sair em segurança.

Fomos para o hotel, descansar e guardar as energias para o dia seguinte.

Imagens: Vista da travessia; rango na travessia; Eu,Nina e o noivo; Rosinha em Abaís; eu, Rafa e a vista do Santo Antônio; eu e Rafa e Atalaia; Alexandre, Rosinha, eu e Rafa no La Valência: Fotografia própria


Veja fotos de Ajú no site http://www.revistaturismo.com.br/Dicasdeviagem/aracaju.htm

3 comentários:

Alexandre M. Lima disse...

Você conseguiu se lembrar de mais coisas do que eu. Preguiça pra escrever...

Cristiane Fetter disse...

Mulher tem boa memória, isso nao se discute, risos.
Beijocas

Fenridal disse...

See here or here