segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

A relação de amor entre o cão e o seu líder

Não sei se é característica dos aquarianos, mas tenho mania de achar que posso mudar o mundo. Na verdade, faço um pouco a minha parte, mesmo que às vezes pareça em vão.

Tem dois finais de semana que passei cuidando de gatos operados, castrados. No ano de 2007 e início de 2008 consegui castrar 04 cadelas e 11 gatos e isso evitou algumas dezenas de gatos e cachorros abandonados ou mal tratados.

A maioria das pessoas não entendem como posso, em um único mês gastar R$300,00 com castração animal e não ter um carro, por exemplo. As pessoas que me amam, me ajudam e me presenteiam com livros sobre animais. As que me entendem também são protetoras animais e desempenham trabalhos belíssimos de acolhimento, doação, castração e outros cuidados com o bichinhos.

Hoje foi dia de escrever um pouco no blog Bom pra Ler. Lá conto sobre o livro "O encantador de cães", alguém que, como eu, acredita que os animais são especiais e podem nos ensinar muito sobre a vida. Passem lá e sintam-se amados por esses animais tão queridos.

6 comentários:

Sonhos de Crochê disse...

Muito bonito e BOM o que você faz e muitíssimo útil. Mas o que vejo aí é alguém que sabe "a que veio", existem pessoas que passam toda uma existência sem saber disso.
Eu te dou parabéns!
Beijos

Cristiane Fetter disse...

Geo, vim agradecer a sua visita lá no Ficando leve, ótimas dicas.
Beijocas

Cristiane Fetter disse...

Pois é Geo a maioria das pessoas só conseguem olhar para o seu próprio umbigo e usam um tapa-olhos para o resto do mundo.
Saber reclamar do estado, das instituições é muito fácil, eu quero ver é fazer o que você faz.
Continue esse trabalho lindo.
Beijocas

Geo disse...

Cris, é engraçado porque no fim do ano usei o tal dinheiro da restituição do IR para castrar alguns animais, quer dizer, além de pagar o IR que já é caro, ainda temos que fazer "nossa parte". Como achei no blog da Rita, "é obrigação, particular e pública, de cada cidadão ampliar e multiplicar o patrimônio que recebeu dos seus antepassados". Eu encaro que os animais e a natureza foram as primeiras riquezas que recebemos do nosso maior antepaçado, Deus.

Rita, todos tempos dons e sabemos pra que viemos. O capitalismos nos afasta deles, mas uma hora temos que voltar à origem para sermos felizes.

Beijos e obrigada pelos comentários.

Alexandre M. Lima disse...

Dinheiro só tem sentido de existir se for para ser gasto. O grande lance das pessoas de sucesso e riqueza é saber como acumular dinheiro e como gastá-lo. Esse é o diferencial!

Gastar R$300,00 por mês com os animais e não ter carro não é vergonha nenhuma, muito menos tolice. É como se fosse uma despesa fixa na sua planilha doméstica, como se fosse a conta de telefone ou de luz. Se não está fazendo você passar fome nem necessidade, então pode continuar gastando-o com os animais pois, afinal, é recompensador para você.

Dinheiro traz felicidade, sim: quando bem empregado.

Geo disse...

Falou o economista. Preciso aprender a ser assim, planejar tudo direito, quanto posso gastar em cada coisa pro meu dinheiro render. É tão difícil!!!