segunda-feira, 17 de setembro de 2007

O Segredo - Eu também li

Dia 15/09 foi aniversário de minha amiga Paula (A de rosa no meio) e ela desejou muito receber o livro "O Segredo" de presente, então eu e minha amiga Luciana (a loira que carrega um pontinho na barriga) juntamos e compramos o livro.

Uma boa amiga prova o prato antes de servi-lo, foi isso que fiz com o livro. Eu li o livro antes de entregá-lo e por isso tive que devorá-lo na sexta e sábado. O livro é legal, talvez um pouco exagerado. Acho que fizeram assim para que absorvamos ao menos o mínimo que ele tem a dizer.

Ele fala da lei da
atração. Resumi aqui alguns tópicos importantes:

1. Tudo o que pensamos é atraído para nós, então é importante pensarmos sempre positivamente. Olhar o que desejamos e evitar o que não queremos.

2. É importante Pedir, Acreditar, Receber e Agradecer. O pedir pode ser feito a Deus, a Jesus, a Maria, a seu santo predileto ou à sua consciência, mas é preciso acreditar que já está recebendo o que pediu. Quando o desejo se materializar, é necessário recebê-lo e agradecer por isso.

3. É importante agradecer todos os dias por tudo de bom que temos na vida. Saúde, família, trabalho, amor, filhos,amigos, os dons e a própria vida. Quando agradecemos, estamos atraindo novas benfeitorias para nós. Em vez de pensar no que não temos ou nos problemas, temos que pensar em tudo o que temos e queremos ter.

É claro que o livro fala muito mais e muitas vezes exagera na dose. É um livro de auto-ajuda como muitos outros. É bom, bem escrito, mas não justifica nem o preço (R$40,00) nem a vendagem, talvez isso deva-se à atuação da lei do secredo para a escritora. Já existem muitos outros livros aproveitando o sucesso de "O Segredo".

Senti falta da presença de Deus no livro porque acredito, sinceramente, que Deus é o responsável pelas benfeitorias em nossa vida e que Jesus e Maria são representações humanas de Deus assim como todos nós, filhos Dele. A lei da atração existe e a recebemos quando oramos com fé, uma fé tamanha que nos causa emoção, nos tira da consciência do mundo e nos leva para junto de Deus. Nesse momento o que pedirmos será realizado. Então a dica é essa: peça com fé, acredite e será atendido.

2 comentários:

Alexandre M. Lima disse...

Não li esse livro ainda mas já desconfiava que ele seria muito dinheiro para pouca filosofia.
Para mim, que sou ateu, a lei (lei?) da atração resume-se a pensar positivamente em tudo que faço porque, se nem eu mesmo acreditar, ninguém vai dar crédito. Isso até estimula as minhas glândulas e neurônios a atuarem com mais convicção em meu corpo humano.
Enfim, o que é importante em tudo isso é a auto-estima.

Anônimo disse...

Good Blog, Thanks

egold claick